Afrotopia e Afrofuturismo: Impressões sobre o significado de arte afrodiaspórica

Afrotopia e Afrofuturismo: Impressões sobre o significado de arte afrodiaspórica

Livraria Tigre de Papel I 5 de dezembro I 18h – 20h

Alexandre Francisco Diaphra  (músico), Ana Balona de Oliveira (historiadora de arte e curadora), José Lino Neves (associação Batoto Yetu), Vanessa Fernandes (realizadora) e Yaw Tembe (músico).

Moderação: Raquel Lima (CES-FEUC / PANTALASSA)

Os conceitos afrotopia e afrofuturismo categorizam experiências e manifestações que simultaneamente recuperam e reinventam uma ancestralidade africana, como imaginam e teorizam um futuro que se constrói através de uma lente artística, científica e tecnológica afrocentrada. Este debate pretende examinar o estado de uma pretensa arte afrodiaspórica desde Lisboa e levantar questões sobre visões negras de um destino alternativo, a partir de novas estéticas ético-artísticas.